Árvore Genealógica e Comunitária

Depois de ter sido criado o Grupo Gentes de Loriga, no Facebook, surgiu a ideia de desenvolver uma árvore genealógica e comunitária associada.

O Grupo permitiu colocar muitas fotos de loriguenses, mas não os relacionava entre si. Isto gerava constantes comentários sobre o parentesco e os apelidos dos fotografados. Assim, usando um site de genealogia, seria possível registar os nomes e datas, incluindo fotos e documentos, interligando graficamente umas pessoas com as outras. Todo este trabalho poderia constituir um legado a deixar aos filhos dos Loriguenses.

Optou-se por usar o site MyHeritage, especializado neste tipo de registos genealógicos. A árvore adoptou o título do projecto, GENTES DE LORIGA, e tem por objectivo registar os nomes de todos os Loriguenses possíveis, vivos ou falecidos, relacionando-os uns com os outros. É claro que o mapeamento da população de Loriga será um processo longo e árduo porque se trata de uma vila que já teve muitos milhares de habitantes e não de uma pequena aldeia. Mas ainda assim será um projecto interessante ver como os Loriguenses são realmente primos e primas.

Local onde a Árvore está plantada

Este é o endereço oficial da Árvore Gentes de Loriga:

Algumas características da Árvore

Registam-se aqui algumas das características do site MyHeritage.com onde a árvore está hospedada:

  • Podem ser criados diversos ramos mesmo que não tenham conexão entre si. Essa conexão poderá ser criada quando se adicionarem membros comuns.
  • Cada pessoa adicionada, mesmo falecida, tem uma página de perfil com a sua informação reunida, incluindo todas as fotos onde aparece. O número de pessoas e de fotos é ilimitado.
  • As fotos permitem a identificação manual das pessoas de uma forma mais fácil do que no Facebook. Além disso, existe uma função de reconhecimento automático dos rostos facilitando a identificação em dezenas de fotos.
  • As fotos podem transitar para Álbuns adequados, o que não é possível aqui no Grupo.
  • É possível colocar comentários em cada foto, tal como aqui no Grupo. Também é possível adicionar Notas e Palavras-Chave o que permite melhorar a informação sobre cada pessoa ou situação fotografada bem como facilita a pesquisa.
  • Existe uma função onde é possível encontrar as fotos onde surjam pessoas à escolha. Por exemplo, saber em que fotos surgem o Fulano A junto com o B e com o C.
  • Permite traçar visualmente o caminho entre quaisquer duas pessoas na árvore. Se quisermos saber que parentesco, mesmo que remoto, entre o Fulano A e o B, a árvore fornece-nos um gráfico com todas as pessoas pelo meio.
  • Tem um sistema de comunicação interno que permite enviar mensagens gerais ou privadas, bem como marcar eventos ou lembrar datas de aniversários, casamentos e óbitos.

Estas são apenas algumas das características mas existem muitas mais!

Quem pode ser incluído?

Para não dispersar a Árvore, apenas se registarão os nomes dos nascidos em Loriga e seus descendentes directos até à segunda geração. Ou seja, permitir-se-á registar os filhos e netos não nascidos em Loriga. Os cônjuges de todos os que compõem a árvore também poderão ser incluídos, mas já não serão registados os pais (sogros do Loriguense) ou irmãos (cunhados do Loriguense). Se alguém nasceu em Loriga mas os pais são naturais de outras localidades, eles serão registados mas não os seus avós.

No quadro abaixo pode ver-se um gráfico que ilustra os registos permitidos. Com um X a vermelho indicam-se os parentescos que não deverão ser colocados.


mapa.png

Gostaria de incluir outros membros de família?

Alguns membros da Árvore gostariam de registar outros membros da sua família mas que não se enquadram nos parâmetros estabelecidos acima. Nesse caso, sugerimos que crie a sua própria árvore gratuita no site MyHeritage.

Regras para adicionar dados

Para permitir a uniformidade dos dados e facilitar a pesquisa, foram estabelecidas orientações quanto à forma de editar as informações na Árvore. A informação está apenas disponível aos membros aprovados do Grupo e da Árvore. Os dados e as fotos podem ser removidos caso isso seja solicitado pelos visados.

Abrindo as caixas de edição de cada nome registado na Árvore é possível colocar ou corrigir nomes e apelidos. Por favor, não se esqueça de verificar se não há erros na grafia dos nomes e certifique-se de que são incluídos todos os acentos. Se isso não for feito, a pesquisa dos milhares de nomes será muito mais difícil. Por exemplo, a listagem será diferente se o nome Álvaro for grafado Alvaro. Os acentos agudos nos "i" tornam-se difíceis de ver, mas Luís ou Patrícia, por exemplo, devem ser acentuados. Além disso, não coloque abreviaturas (tal como Mª) e registe o nome o mais completo possível.

Para tornar os dados uniformes, solicita-se que na caixa Apelido seja colocado apenas o último nome da pessoa. Isto acontece porque o site alista os nomes de famílias por ordem alfabética. Se colocarmos Fernandes Pereira, por exemplo, esta pessoa ficaria alistada na letra F. No entanto, em Loriga é muito comum que vários irmãos tenham conjuntos de apelidos diferentes. Dessa forma, irmãos serão reunidos em letras diferentes. Assim, tomando como exemplo o nome Carlos Manuel Fernandes Pereira, os primeiros três nomes (Carlos Manuel Fernandes) deverão ser colocados na caixa Nomes Próprios e o último (Pereira) na caixa Apelido.

Se a esposa adotou o apelido (ou apelidos) do marido, este deve ser colocado no campo Apelido de Casada. Apesar de ser menos comum, o mesmo deve ser feito no caso de ter sido o marido a adotar o apelido da esposa.

Ainda outro problema é o tratamento dos "de", "dos" e similares. Se os pusermos na caixa Apelido, eles são alistados em ordem alfabética, ao invés de serem omitidos. Assim, no nome João Manuel da Silva, por exemplo, apenas Silva deverá ser colocado na caixa Apelido. O elemento de ligação "da" deverá ser adicionado aos nomes próprios.

Quando tiver de acrescentar o sufixo Júnior ou Sénior, use o campo Sufixo que surge abaixo do nome e apelido. Apesar de existir um campo Prefixo será preferível não o usar. Pretende-se que o destaque seja dado aos nomes dos Loriguenses e não fazer distinção entre as suas profissões ou graus académicos.

Utilização de alcunhas

Em Loriga existem muitas pessoas com nomes rigorosamente iguais. Outras possuem nomes muito parecidos, especialmente entre pessoas da mesma família. Daí que a população sempre usou nomes alternativos para melhor distinguir as pessoas de quem falavam. Algumas dessas alcunhas (ou apelidos, como dizem os brasileiros) eram referentes a traços físicos dos visados. Outras eram relacionadas com a profissão exercida ou com a localidade de origem dos próprios ou dos antepassados. Por vezes essas alcunhas eram herdadas de pais ou avós e, por sua vez, transmitidas às gerações seguintes.

Algumas alcunhas, mesmo as estranhas, eram muitas vezes assimiladas pelos próprios, passando a ser parte do património familiar. Outras talvez tivessem um tom pejorativo, sendo que os demais evitavam aplicá-las na presença dos visados. No entanto, sempre eram usadas quando eles não estavam presentes.

Desde cedo, os membros do Grupo GENTES DE LORIGA começaram a usar as alcunhas para identificar alguém, tal como sempre fazem na conversação com outros Loriguenses. Na árvore GENTES DE LORIGA segue-se o mesmo princípio. A intenção não é ofender ninguém, mas tão somente identificar as pessoas e preservar um hábito que se tornou tão tradicional em Loriga, tal como o é em tantas regiões de Portugal. Espera-se que ninguém se sinta ofendido pela utilização das alcunhas e que compreenda que nunca será possível suprimi-las por decreto. Por vezes, quanto mais alguém se quer livrar de um epíteto de que não gosta, mais provável é que ele se agarre a si.

Naturalmente, não se permitirá que alguém use qualquer designação apenas e só com o objectivo claro de ofender e denegrir a imagem de outrem. Mas quando se trata de identificar um Loriguense ou uma família de Loriga, a alcunha continuará a ser a melhor forma de o conseguir.

Guias de ajuda para usar a Árvore

Para auxiliar quem tem menos experiência no uso da informática, deixamos aqui alguns guias úteis:

Contribuição para a manutenção da Árvore

O site onde a Árvore está hospedada tem uma versão gratuita que apenas permite colocar 250 pessoas. No entanto, é possível tornar os registos ilimitados com uma assinatura paga anualmente ou por vários anos, sendo renovável. Assim, a iniciativa da árvore Gentes de Loriga só poderia ir avante se os membros deste Grupo quisessem comparticipar. Foi feito um inquérito e vários acharam o projecto interessante e expressaram o desejo de participar. Foi lançada uma acção de recolha de donativos e em 24 de Setembro de 2012 havia sido reunido o valor de 132,10 € para pagar a primeira assinatura anual da conta PremiumPlus da Árvore.

Em 27 de Agosto de 2013, o administrador da Árvore, Carlos Pereira, efectuou o pagamento de 370 euros, correspondente a uma nova assinatura de cinco anos, que caducará em 24 de Setembro de 2018. Propôs então que os membros do Grupo GENTES DE LORIGA ajudassem a suavizar este investimento. Os valores doados e o nome dos que generosamente contribuíram está alistado abaixo.

Em 5 de Outubro de 2012 foi efectuado o registo do domínio www.gentesdeloriga.pt tendo sido renovado em Outubro de 2013 durante mais dois anos, com expiração a 4 de Outubro de 2015. Isto representou um total de 57 euros. Foi ainda adquirido espaço para a criação da Enciclopédia GENTES DE LORIGA, com expiração na mesma data, por um valor total de 30 euros.

Lista de contribuidores (por ordem alfabética)

2012-2013 (135,00 € - Árvore)

Carlos Manuel Fernandes Pereira - 30,75 €
Joaquim Pinto Gonçalves - 30,75 €
Maria Dulce Pereira Pinto Antonio-Tamba - 30,15 €
Maria Helena Fernandes Alves Conceição - 15,38 €
Maria Natália Lopes Prata Fernandes Brito - 25,09 €

2012-2015 (87,00 € - Domínio e Enciclopédia)
2013-2018 (370,00 € - Árvore)

Donativo anónimo - 5,00 €
Donativo anónimo - 20,00 €
Donativo anónimo - 20,00 €
Donativo anónimo - 10,00 €
Donativo anónimo - 15,00 €
Donativo anónimo - 50,00 €
Donativo anónimo - 15,00 €
Donativo anónimo - 15,00 €
Donativo anónimo - 20,00 €
Donativo anónimo - 30,00 €
Donativo anónimo - 100,00 €
Donativo anónimo - 20,00 €
Donativo anónimo - 70,00 €
Maria da Luz Matias Ribeiro Cardoso - 20,00 €
Emanuel Joaquim Ferreira Moura - 50,00 €

Total: 460,00 €

A todos eles, muito obrigado!

Administração

O Projecto GENTES DE LORIGA, que inclui a Enciclopédia, o Grupo e a Árvore, pertence ao povo de Loriga. No entanto, alguém terá de zelar pela manutenção do site e moderar os comentários e contribuições dos participantes. Esta responsabilidade fica a cargo do criador do projecto e dos administradores que venham a ser nomeados.

Administradores:

  • Carlos Pereira
  • Dulce Pinto

Email: tp.agiroledsetneg|lareg#tp.agiroledsetneg|lareg

Os administradores (primos entre si) não vivem em Loriga mas aprenderam a amar esta bela vila através dos olhos dos seus pais, avós e outros familiares.

Reservamo-nos o direito de remover fotos ou comentários que consideremos impróprios ou não adequados à temática que acima indicámos. Também poderemos ver a necessidade de mover as imagens enviadas pelos membros para álbuns mais adequados, garantindo assim uma melhor organização e melhorando a consulta.



Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License