Moinho do Teixeiro

ÍNDICE A cascata « anterior |

seguinte » Loriga

Autoria | José Manuel Moura Alves

Criado em | .

Estilo poético | Canção

00_133.jpg

I
Aninhado na courela
Desafiando o destino
Junto à calçada romana
O moinho pequenino.
II
Da cal que vem da ribeira
A água gira apressada
As penas do teu rodízio
A andadeira pesada
A andadeira pesada
III
Sob a moega velhinha
Tua mó de pedra dura
Vai esmagando gão a grão
Enche as sacas de farinha
IV
A Tua mó andadeira
Ao sabor do arrieiro
Canta de noite e de dia
As mágoas do ano inteiro
V
O moleiro do Moinho
Tem a cara enfarinhada
Sob as taleigas de milho
De centeio e de cevada
VI
Oh moinho do Teixeiro
És a viva tradição
Levo-te aqui na merenda
Na farinha do meu pão
Na farinha do meu pão.
Fim

______

Comentários a este poema

Adicionar um Novo Comentário
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License