Quadras soltas

Autoria | Nuno Mendes Alves Pereira

Criado em | .

Estilo poético | Quadras

Loriga minha terra
Cheia de encanto e beleza
E fascinante a tua serra
És bela como a natureza

Se recordar e viver
Quero viver a recordar
A minha terra sentir
Dentro de mim salutar

Ruas da minha infância
Permanecem na minha recordação
As recordo com saudade e ânsia
No horizonte da minha devoção

As ruas estreitas e limpas
Que os loriguenses se orgulham
Com as suas casas brancas
São símbolos que a identificam

Belos fontanários te enfeitam
Com uma paisagem sem igual
Bons ares te circundam
Da serra imponente e celestial

Fontes de água pura e inesgotável
Que correm incessantemente
A todos ofereces agua saudável
Aos loriguenses especialmente

Mesmo longe não te esqueço
Permaneces dentro de mim
Amizade e saudade te ofereço
Também carinho e amor sem fim

______

Comentários a este poema

Adicionar um Novo Comentário
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License