Loriga e o seu pão

ÍNDICE Veneração « anterior |

seguinte » Loriga a namorar

Autoria | Autor desconhecido

Criado em | Junho 2007

Estilo poético | Marcha

-Músicas bailam no ar
Há marchas e rosmaninho
Quando a dança acabar
Vens comer um pão quentinho
Com balões iluminados
Na festa de São João
Venham daí namorados
Toda gente a dar a mão

-Loriga usa o teu manto,
Feito de neve branquinha
Dos hombros até ao chão
Lembra a alva farinha.
É palavras dos mais velhos,
Quando acaba o Verão;
Os grãos de milho secavam,
P'ra que não faltasse pão

-Rodava a mó do moinho
Por milagre ou por magia
Essa roda que girava
Grão a grão ela moía
Cantam aves nos beirais
Dos moinhos destelhados
Sua história vão cantando
A cair de abandonados

-Meu amor olha a pereira
Hoje não vou peneirar
Na festa de são João
Vamos p'ra marcha dançar
Com essa saia de roda
E as ancas a dar a dar
Pareces a peneirinha
Nas minhas mãos a bailar

-Relembrar os velhos tempos
Em que se ouvia o pregão:
"Maria vai amassar"
Que o forno não espera não
Já cheira a pão fresquinho
Vem comigo ó meu amor
Sentir na boca o sabor
De um saboroso pãozinho

______

Comentários a este poema

Adicionar um Novo Comentário
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License