Lá vem a Banda

Autoria | Maria Eugénia Gonçalves de Moura (Gomes)

Criado em | Maio 2006

Estilo poético | Versos livres

Ouço o ecoar dos clarinetes
As trompetes, os saxofones
Músicos alinhados
Marcham com rigor.
Harmoniosas melodias
Soam no ar.
É dia de festa.
A alvorada pelas ruas
Dá a todos os bons-dias.
Perfilados e fardados
Os músicos e o mestre
Anunciam alegria.
De novo, o som no ar.
A procissão vai a passar.
Ao som da música
Todos marcham o compasso.
Percorrem as ruas
Tocando hinos
De prece e de louvor
Ou´o povo acompanha
Com todo o fervor.
Segue-se a missa cantada
Pelos músicos tocada.
A festa continuou.
O concerto musical
Foi o remate triunfal.
A banda de novo tocou.
Foi assim o percurso
Desta banda musical
Qu´em Loriga se fundou
E a Estrela apadrinhou.
Durante 100 anos
Alegrou e encantou
Aqueles que primaram
Com a sua companhia.
Hoje, teve a honra
De tocar nesta praça
Onde há música e harmonia.
A Praça da Alegria.

______

Comentários a este poema

Adicionar um Novo Comentário
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License