A minha rua

ÍNDICE Loriga « anterior |

seguinte » Senhora da Guia

Autoria | Maria Irene Fernandes Alves (Candeias)

Criado em | .

Estilo poético | Quadras

Minha rua de Loriga
Onde em pequena brinquei
Lembro com muitas saudades
Os tempos que aí passei.

Tanta criança que lá vivia
Sempre alegres a brincar
Era lindo ao meio dia
Com tanta gente a passar

Na maioria das casas
Já não mora lá ninguém
Tão vazias e fechadas
Mas que tristeza me vem.

E hoje a minha rua estreitinha
Quando te vou visitar
Tão desolada e sósinha
Quase ninguém a passar.

E tu rua da Moreira velhinha
Sentes saudades de outrora
A água do rego fresquinho
Já não canta mas só chora.

______

Comentários a este poema

Adicionar um Novo Comentário
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License