Homenagem aos antigos pastores de Loriga

ÍNDICE Lar de dia « anterior |

seguinte » A campainha na Igreja

Autoria | Autor desconhecido

Criado em | .

Estilo poético | Quadras

Muito cedo de manhã partiam
Mesmo antes de o dia nascer
Ao encontro dos rebanhos iam
Só voltando depois do escurecer

Vezes sem conta a serra subiram
Deixando Loriga para trás distante
Uma longa vida na serra viviam
Como que uma vida de emigrante

Da serra tinham sempre histórias
Para aos mais novos contar
Histórias lendárias que ficaram
Que ainda hoje são de recordar

Não eram os ventos velozes
Nem os trovões que temiam
Eram sim os grandes nevões
Que muitas vezes os venciam

Subiam bem ao alto à Estrela
Pensando que ao céu iam chegar
Muitas vezes lhes parecia ver Jesus
Que no seu reino estava a rezar

Caminhos misteriosos e difíceis
Só mesmo eles pareciam conhecer
Vezes infinitas por eles passaram
Muitas dessas vezes neles a padecer

Numa vida dura e de paciente
A Estrela os acolhia como amantes
Homens calejados e destemidos
Eram na serra sentinelas vigilantes

Tantas vezes subiram à Estrela
Vezes que nem deu para contar
Quantas vezes também a subiram
Por vezes com vontade de chorar

Como companhia tinham seus cães
Companheiros e seus fieis amigos
O perigo os espreitava por vezes
Sendo os lobos os maiores inimigos

______

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License