Hino em homenagem a Nossa Senhora da Guia

Autoria | António Pinto Ascensão

Criado em | . 1950

Estilo poético | Cantiga

Verso 1
Vós sois o lírio mimoso
Do mais suave perfume
Que ao lado do Casto Esposo
A castidade resume

Verso 2
De vossos olhos e pranto
É como gota de orvalho
Que dá frescura e encanto
À flor pendente de galho

Verso 3
Se em vossos lábios divinos
Doce sorriso desponta
Nos esplendores dos hinos
Nossa alma aos pés se remonta

{Coro}
“Ó Padroeira amorosa
Clara estrela Mãe Pia
Dai-nos a Bênção bondosa
Virgem Senhora da Guia”

Verso 4
Vós sois a flor da inocência
Que nossa vida embalsama
Com suavíssima essência
Que sobre nós se derrama

Verso 5
Quando na vida sofremos
A mais atroz amargura
De vossas mãos recebemos
A confortável doçura

Verso 6
Vós sois a ridente Aurora
De divinais resplendores
Que a luz de fé revigora
Em nossas lutas e dores

Verso 7
E lá da Celeste altura
De vosso Trono e luz
Dai-nos Paz e ventura
Do vosso Amado Jesus

{Coro}
Em Belém-Pará Brasil canta-se assim:
Ó Padroeira amorosa
Fonte de amor e de fé
Dai-nos a bênção bondosa
Senhora da Nazaré

______

Comentários a este poema

Adicionar um Novo Comentário
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License