Loriga Sempre

ÍNDICE Sem título « anterior |

seguinte » LORIGA À NOITE!

Autoria | José Lages Caçapo

Criado em | .

Estilo poético | Quadras

Narcisos, urzes, ortigas, e rosmaninhos
Giestas, carquejas, fenos, fetos e alecrim
Olham-me sempre de todos os caminhos
Porque eu faço parte deles e eles de mim.

Nascem por lá perto nos montes que vejo
Com vários tons , feitios e tantos odores
Que me sinto branco, quando me revejo
No colorido de uma tela com tantas cores.

E no sonho de me pintar,de os ver tão perto
Nas festas povo, no fogo das suas tradições
Eu tenho ânsias, sonhos , suores, qual fonte.

Que numa noite venham sós e a encoberto,
Perdidos das ideias e das devidas precauções
Nas ribeiras águas me lavem quando vão a monte.

______

Comentários a este poema

Adicionar um Novo Comentário
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License