Ao povo desta aldeia Alvoco da Serra

ÍNDICE Sem título « anterior |

Autoria | José Lages Caçapo

Criado em | .

Estilo poético | Quadras

Meu Alvoco e da sua ribeira
De gente alegre hospitaleira
De amores que já não pesco
Nos tempos do queijo fresco.

Tantos “esses” para lá chegar
Na estrada da minha juventude
O que demorava o meu arfar
Dos bailes mandados e amiúde.

Não tocavam os sinos a rebate
Pelo sentir jovem da rebeldia
Nesse vaivém de uma semana.

Cheiro o centeio que se abate
Na eira de um baile em cada dia
Ao dançar nos braços da cigana.

______

Comentários a este poema

Adicionar um Novo Comentário

Páginas relacionadas

Páginas com etiquetas similares:

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License