Homenagem a um Loriguense

ÍNDICE À minha terra « anterior |

Autoria | Nuno Mendes Alves Pereira

Criado em | .

Estilo poético | Quadras

A ti Loriguense de antanho
Presto a minha homenagem
Caminhas com um frio tamanho
Que nem reparas na linda paisagem

Tens as mãos calejadas
Do trabalho árduo da terra
Serão sempre abençoadas
Junto às maravilhas da Serra

És recebido com sorrisos e amor
Quando regressas ao calor do lar
A mesa terás pão e sopa com sabor
Para suavizar o teu esforço exemplar

Dedico-te estas quadras com respeito
Pelo trabalho que passa nas tuas mãos
Serás sempre um exemplo pelo que tens feito
Pelos teus sentimentos sempre sãos

______

Comentários a este poema

Adicionar um Novo Comentário
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License