A Bugia

ÍNDICE Terra minha « anterior |

Autoria | Maria Helena Fernandes Alves (Conceição)

Criado em | Novembro 2015

Estilo poético | Versos livres

Havia uma geringonça
Bem no meio da cozinha,
Cheia de brasas ardentes
Que minha mãe retirava
Do velho fogão de lenha,
Logo pela manhãzinha.
Fogueira de São João,
Que eu corria a saltar
Brincadeira perigosa,
"Cuidado vais-te queimar!"
Eu fazia ouvidos moucos
Ao que a minha mãe dizia.
E tanto corri e saltei
Que um belo dia aterrei
Na beirada da bugia.
Minha mãe ficou zangada
E eu de peito a soluçar,
Com azeite feito pomada
Fez a dor aliviar.
O tempo trouxe a braseira,
E eu até esquecia,
Não fosse a marca no braço,
A história da brincadeira
Da geringonça feita fogueira,
Com o nome estranho de bugia.

______

Comentários a este poema

Adicionar um Novo Comentário
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License