Alfredo Nunes Luís

seguinte » Amália Brito Pina

Alfredo Nunes Luís nasceu em Loriga a 22 de Outubro de 1903, filho de Joaquim Nunes Luís e de Maria Antunes de Moura.

Desde sempre notabilizou-se na área de lanifícios, distinto empresário de trato fácil e de uma maneira própria de estar na vida, onde despontava nele uma personalidade bem vincada e com um educação extrema que o distinguiam além do empenho e dedicação em tudo que fazia.

Empresário

Em 1924 e apenas com 21 anos faz uma sociedade com o seu irmão António Nunes Luís e o cunhado António João de Brito Amaro e mais tarde em 1929, criam a Fábrica do Pomar "Nunes Brito" que depois em 1948 dá origem à fundação (17 de Fevereiro de 1948) da Firma "Nunes, Brito & Companhia Limitada" de capital social de 252.000$00, com ele a ter uma das quotas principais (48.000$00) e onde continuou na gerência juntamente com os familiares que faziam parte da sociedade.

Adorava a sua terra estando sempre disponível para poder contribuir no seu desenvolvimento e estava sempre pronto para participar em organismo, eventos, ou no que quer que fosse, em prol da comunidade, nomeadamente, para com a igreja à qual dedicou muito da sua vida. Muito religioso e cristão convicto durante muitos anos fez parte da Comissão da Fábrica da Igreja. Foi Zelador do Apostolado da Oração dos Homens, Fez parte da liga Eucarística dos Homens, não faltava a nada relacionado com a igreja, onde o seu contributo era mais que relevante. Ficou na memória o trabalho de reorganização que fez na Irmandade das Almas e do Santíssimo Sacramento das Almas de Loriga, pertencendo a diversas direcções e durante anos a fio era mesmo uma presença de referência neste organismo loriguense.

Fez ainda parte de outros organismos de Loriga e foi um dos grandes impulsionadores, pertencendo mesmo a várias comissões das Festas da Vila de Loriga realizadas na década 50/60, as maiores festas que se realizavam na região e mesmo a nível do distrito, que ainda hoje predomina e se mantém bem viva nas recordações de muitos loriguenses, que as continuam a considerar de terem sido as maiores festas realizadas em Loriga desde sempre.

Muito devoto à família e à Igreja, o Alfredo Lisboa, como popularmente era conhecido, tinha uma característica própria de ser muito íntegro e correto, por isso, ser muito respeitado e admirado pelos seus conterrâneos. Casado com Floripes Gouveia Neves Nunes (falecida em 20 de Agosto de 2002) uma distinta senhora também ela muito dedicada à Igreja da sua terra e, durante a sua vida fez também parte de várias associações religiosas. Tiveram sete filhos.

Faleceu em 1 de Outubro de 1983, com 80 anos, vendo Loriga desaparecer um dos seus filhos, que muito contribuiu no desenvolvimento e ao qual Loriga muito ficou a dever. O funeral realizou-se em Loriga para o cemitério local onde ficou sepultado.



Sorry, we couldn't find any images attached to this page.
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License