Herculano Brito Leitão

Herculano Brito Leitão nasceu em Loriga em 12 de Agosto de 1914, e era filho de José de Brito Crisóstomo e de Maria do Anjos Leitão Brito.

Notabilizou-se por ser o grande impulsionador e fundador dos Bombeiros Voluntários de Loriga, uma das carência existentes na sua terra, concretizando, assim, não só o seu sonho, como todos os loriguenses.

Tinha apenas 12 anos quando foi para o Brasil, na companhia da sua família, passando a viver na cidade de Belém, no estado do Pará. Por lá se manteve durante 25 anos, não esquecendo nunca a sua terra, notabilizando-se também em iniciativas em prol de Loriga. Regressou a Loriga na década de 1940, tendo fundado na sua terra a Sociedade Industrial de Malhas e a Sociedade Comercial Irmãos Leitão Lda. Mais tarde partiu para Lisboa onde se fixou, para tempos depois se radicar em Santarém onde permaneceu largos anos. Do casamento com D. Inadina Ferreira Leitão, tiveram dois filhos António José Ferreira Leitão e Maria de Fátima Ferreira Leitão. Viria a ter um segundo casamento com Maria Eugénia Madeira Pereira Leitão.

Um verdadeiro bairrista que, apesar de estar afastado da sua terra, tinha-a junto ao coração e queria para ela o que de melhor pudesse haver. Sempre que tinha conhecimento das várias carências existentes em Loriga, tudo fazia para conseguir que essa carência fosse ultrapassada estivesse onde estivesse.

Bombeiros Voluntários

Homem amigo do seu amigo, era de ideias firmes e claras, colocando nos seus objectivos as ideias em que acreditava. Os Bombeiros para Loriga eram uma prioridade mas, para a pôr em prática, teve que percorrer um longo caminho, dirigindo-se aos organismos competentes, vencer a burocracia, socorrer-se de gente influente, e debater-se também com algumas frustrações. Contudo, no final, viu o seu trabalho recompensado com a fundação da Associação do Bombeiros Voluntários de Loriga, em 16 de Abril de 1982, o maior organismo criado em Loriga nas últimas décadas.

Jornal

Depois de ter concretizado o sonho dos Bombeiros de Loriga, num novo desafio se envolveu. Desta vez, era no projecto de um Jornal para Loriga, uma ideia pela qual também muito viria a lutar, sem no entanto poder ver a sua concretização. Apesar de ter a convicção de que o projecto do Jornal não seria fácil, não era, no entanto, pessoa de desistir logo que surgissem os primeiros obstáculos. Mas também foi certo, que estaria longe de imaginar as complicadas barreiras que lhe apareceram pelos caminho e que foram difíceis de ultrapassar e, que contribuíram para atrasar todo esse processo, nunca chegando a concluir o sonho então idealizado que era o projectado Jornal "Noticias de Loriga".

Faleceu no dia 13 de Abril de 1997, em Santarém, onde foi sepultado no cemitério local. Aí se deslocou uma delegação dos Bombeiros Voluntários de Loriga, para o acompanhar à sua última morada, homenageando, assim, com um sentimento de gratidão, esta figura loriguense a quem os Bombeiros e Loriga muito ficaram a dever e que não poderá ser esquecido.

Herculano de Brito Leitão foi, pois, uma Figura que ficou ligada aos Bombeiros de Loriga, que passou a ser uma referência desta instituição como fundador número 1. Por isso é bem ilustrativo e de justiça a sua fotografia figurar nas paredes da sede desta corporação.



Sorry, we couldn't find any images attached to this page.
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License