Noite dos Chocalhos

A Noite dos Chocalhos é uma tradição existente em Loriga que ocorre a 11 de Novembro, o dia dedicado a São Martinho. Apesar de ainda hoje se festejar, graças à carolice de alguns, já não tem a intensidade de tempos passados.

Nessas épocas já distantes, juntavam-se muitos pastores carregados de chocalhos e campainhas com as respectivas coleiras, enfiados nos braços e nas pernas e, em marcha acelerada, davam voltas às ruas até altas horas da noite. Provocavam um barulho ensurdecedor que se ouvia por todo o lado e que, segundo relatos antigos, chegava a ouvir-se na Portela do Arão. Por isso mesmo, as pessoas pouco ou nada dormiam nessa noite.

Este velho costume, segundo se diz, era uma forma dos pastores provarem o vinho novo. Visto que estavam afastados nas montanhas, junto aos seus rebanhos, durante a maior parte do ano junto, esta era uma excelente ocasião para darem largas ao seu contentamento. A festa principiava já perto do final do dia, com a chegada dos pastores à Carreira, todos eles carregados com o maior número possível de chocalhos e campainhas. Davam então inicio à marcha pelas várias ruas da povoação, que terminava muito perto da manhã, já muito bem bebidos, pois levavam a noite inteira a beber uns bons quartilhos de vinho novo.

No ano em que Loriga foi atacada pela grave epidemia, as autoridades locais tentaram acabar com esta tradição antiga, o que provocou discordância dos organizadores. À medida que a actividade pastorícia foi diminuindo, com o desaparecimento dos rebanhos e consequentemente dos pastores, este evento perdeu a sua força. No entanto ainda persiste devido à determinação de alguns em conservar esta tradição.



Sorry, we couldn't find any images attached to this page.
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License