Irmandade do Santíssimo Sacramento e das Almas de Loriga

A Irmandade do Santíssimo Sacramento e das Almas de Loriga é a mais antiga de todas as associações de Loriga, pensando-se que a sua fundação remonta ao século XVII. O documento mais antigo encontrado data de 10 de Setembro de 1837 e é assinado pelo Sr. Manuel Pinto Galvão, Regedor da freguesia naquela época.

Esta associação foi registada no Registo Civil da Guarda em 27 de Fevereiro de 1883, data da aprovação dos primeiros estatutos, substituindo as directrizes com as quais até ali se regulamentavam desde os tempos da sua fundação e de acordo com os termos em vigor e legais dos "Breves Pontifícios".

Por ter desabado a Igreja Matriz, em consequência do um terramoto ocorrido meses antes, foi na Capela de Santo António que, no dia 8 de Dezembro de 1882, se reuniram José Mendonça Gouveia Cabral e ainda mais onze irmãos da Irmandade. Na presença do Reverendo Pároco da Freguesia, Manuel Mathias dos Santos e Figueiredo, elaboraram os estatutos segundo as leis vigentes e nos termos do disposto na portaria de 6 de Dezembro de 1872. Depois de discutidos aprovados por todos os irmãos presentes, foi assinada a acta da sessão sendo que alguns deles marcaram uma cruz por não saberem ler e escrever.

Constava nos seus primeiros estatutos ser uma instituição religiosa estabelecida em Loriga que tinha por finalidade prestar culto e veneração a Deus para alcançar a Bem Aventurança, rogando pelos pecadores e ainda sufragar as almas dos irmãos falecidos, praticar todos os actos de beneficência que estivessem ao seu alcance e subsidiro o ensino primário da Freguesia, nos termos da lei. Constava ainda desses estatutos ter um altar privativo na Igreja Matriz, com a devoção ao Senhor das Almas. Após a revisão dos mesmos em 1954, deixou de ser feita alusão ao altar bem como a referência a subsidiar o ensino primário da freguesia.

É nas instalações desta Associação que está sediada a casa mortuária de Loriga, assim como um museu que guarda grande parte do espólio da Igreja Paroquial. A Direcção desta Associação é composta pela mesa que funciona com um Juiz, Secretário, Tesoureiro e Vogais. Os seus associados pagam uma quotização e são designados por irmãos no activo, inactivos, ausentes, casadas, solteiras ou viúvas e mulheres de irmãos. Cada irmão, por morte, tem serviço religioso gratuito com missa de corpo presente, mais serviço do funeral e ainda 20 missas.



Sorry, we couldn't find any images attached to this page.
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License